Ultramarina vai recorrer da decisão da FCF

Escrito por Editor JSN . Publicado em São Nicolau

O presidente do Ultramarina, Simoni Soares, assegurou que já esperava pela decisão da FCF, mas garante que o seu clube vai contestar

 


A FCF atribuiu toda a responsabilidade à equipa do FC Ultramarina pela não realização do jogo da primeira mão das meias-finais, com o Mindelense, jogo que teve três datas e não se realizou entretanto.


A FCF decidiu penalizações ao clube do Tarrafal, nomeadamente, derrota e suspensão do clube durante um ano, 15 mil escudos de multa e indemnização pelas despesas com as deslocações até São Nicolau.


Ouvido telefonicamente pelo JSN, o presidente do Ultramarina, Simoni Soares, recusou qualquer responsabilidade na não realização do jogo, uma vez que a equipa compareceu com seus jogadores para o encontro na terça-feira.


Simoni Soares assegura que o Ultramarina já estava à espera desta decisão, mas que a equipa está tranquila e preparada para enfrentar as consequências. Garante, no entanto que o clube vai contestar a decisão da FCF.


CLS

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)