Ministro da Agricultura constata in-loco a praga dos mil pés em São Nicolau

Escrito por Editor JSN . Publicado em São Nicolau

O ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, disse esta terça-feira, que o controlo da Praga dos Mil pés, em São Nicolau é a prioridades para o seu ministério e uma série de medidas estão a ser tomadas para evitar a propagação dessa praga na ilha, detectada recentemente em Lompelado

 


Gilberto Silva que efetuou uma visita de três dias a ilha de São Nicolau para se inteirar do funcionamento dos serviços desconcentrados do ministério, e dos problemas da ilha, disse que é fundamental fazer o controlo fitossanitário num país como Cabo Verde, “há inspetores sanitários e todo o serviço de inspeção deve ser optimizado no sentido de se diminuir o risco de propagação dessa praga nas ilhas”, por isso considera que há necessidade de reforçar esse serviço no porto e aeroporto.


“As medidas já estão sendo tomadas, a nível do porto vai se operacionalizar um posto de controlo e no aeroporto já estão colocados cartazes, mas é fundamental iniciar e uma boa operacionalização do serviço de inspeção dos produtos agrícolas, que são transportados através do porto e aeroporto”, explicou o ministro.


Questionado sobre os riscos de propagação, o governante adianta que sempre há risco de propagação, por isso o que se pretende é diminuir completamente este risco, “ou seja com a queima dos produtos, com a quarentena do sítio onde surgiu o foco”.


Durante a visita de Gilberto Silva á São Nicolau, o governante constatou in-loco esta segunda-feira , onde a praga dos mil pés foram encontrados e concluiu que, “ tendo em conta que os mil pés que foram encontrados são mil pés no estado adulto, temos que concluir que deram entrada a pelo menos um ano e meio em São Nicolau, porque trata-se de uma praga que precisa de pelo menos 15 meses para atingir o seu estado adulto”. Para Gilberto Silva a hipótese mais provável para a entrada da praga em São Nicolau, é através de algum produto agrícola contaminado.


"Vamos financiar a canalização de água, de águas cinzentas que saem de determinadas casas nessa localidade e que constituem focos de humidade onde foram capturados na nossa presença pragas de mil pés ainda vivos”, afirmou.


Gilberto Silva garantiu também que o ministério vai resolver esse problema e ressarcir os agricultores pelos prejuízos advenientes da queima das suas culturas.
Para o controlo da praga dos mil pés na ilha de São Nicolau, Gilberto Silva adianta que o seu ministério espera contar com o apoio de todos os parceiros da ilha, para reforçar todo o sistema de inspecção nos portos e aeroporto e continuar a fazer todo o trabalho de sensibilização da população.

 

AC

 

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)