Tarrafal aproxima dos 3.800 recenseados

Escrito por Editor JSN . Publicado em São Nicolau

Só em 2015, pelo menos 213 pessoas já promoveram suas inscrições nos cadernos eleitorais mas até dezembro a meta é registar mais cerca de 70 pessoas

 



A Comissão de Recenseamento Eleitoral (CRE) do Tarrafal de São Nicolau continua a promover o recenseamento eleitoral de cidadãos tendo por vista as eleições do ano de 2016. Neste momento, segundo dados avançados ao JSN, há um total de 213 novas inscrições, sendo que 16 foram transferências de outras regiões para o Tarrafal e três configuram novas inscrições de cidadãos estrangeiros.

Os dados referem-se ao período compreendido entre 1 de janeiro e 14 de outubro e nessa data estavam já inscritos pelo menos 3.743 nomes mas até dezembro a CRE do Tarrafal prevê poder inscrever mas 68 pessoas.

Cidadãos que até a data de 10 de abril completam 18 anos estão sujeitos ao registo nos cadernos eleitorais mas o presidente da CRE Tarrafal adianta que há alguma “resistência” sobretudo dos jovens em promoveram o seu recenseamento. É que segundo João Rodrigues há alguma “confusão” entre o recensear e o votar. “O maior obstáculo neste momento é resistência de pessoas em recensear, principalmente jovens, porque penso que confundem recenseamento com eleições”, comenta o presidente da CRE nas suas declarações ao nosso Jornal.

“As pessoas têm um certo desencanto com os políticos”, observa o nosso entrevistado, fazendo admitir que esta possibilidade possa estar a influenciar a decisão dos jovens, mas João Rodrigues adverte que o recenseamento “não tem que estar obrigatoriamente ligado às eleições”.

E neste particular é importante cada um fazer o seu papel, alertando para as vantagens do recenseamento.



Anísia Campinha

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)