Tarrafal solidário com vítimas do suicídio

Escrito por Editor JSN . Publicado em São Nicolau

Tarrafalenses acenderam vela em homenagem às vítimas do suicídio. A ONU estima que anualmente cerca de 800 mil pessoas são vítimas diretas do suicídio

 


O dia mundial de prevenção do suicídio foi assinalado no Tarrafal de São Nicolau, com uma cerimónia muito singela no largo do Cimentinho. Um grupo considerável de cidadãos, professores na sua maioria, aderiu à iniciativa e os participantes acenderam uma vela em apoio à campanha internacional de prevenção do suicídio.

Pelo segundo ano consecutivo a data é assinalada por estas bandas conforme observou um membro da organização que encorajou os participantes a serem uma luz para as pessoas que enfrentam problemas que muitas vezes lhes encaminham para o suicídio.

Durante a cerimónia foi escutada a mensagem da direção da associação A Ponte que promove a referida campanha em Cabo Verde. Pelas 20 horas, com as velas acesas, guardou-se um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do suicídio. Distribuiu-se material informativo sobre a ação da A Ponte.

Dados da ONU indicam que anualmente pelo menos 800 mil pessoas cometem o suicídio no mundo, o que representa uma morte a cada 40 segundos. O ranking de países que mais cometem suicídio é liderado pela Índia onde os dados das Nações Unidas apontam para a existência de 258 mil casos.

A depressão é apontada como a principal causa do suicídio.

 

 

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)