Edil do Tarrafal diz que São Nicolau está sem conforto e sem viagens marítimas

Escrito por Editor JSN . Publicado em São Nicolau

José Freitas de Brito reagia às declarações da ministra Sara Lopes sobre os transportes de e para São Nicolau. O autarca contraria a governante e diz que a sua ilha está sem conforto e sem ligações marítimas

 

O presidente da Câmara Municipal do Tarrafal de São Nicolau reagiu às declarações da ministra que tutela o setor dos transportes, que semana passada havia considerado que não há défice de ligações marítimas com São Nicolau. Recorda-se que Sara Lopes adiantou que pode haver um défice a nível do conforto mas negou que tenha havido bloqueio da ilha a nível de transportes marítimos.

Reagindo ao confrade Notícias do Norte, o autarca do Tarrafal foi dizendo que a situação de isolamento em termos marítimos “é um facto”. Freitas de Brito sublinha que desde 2 de abril houve uma única viagem entre São Vicente e São Nicolau pelo Sotavento, no passado dia 16.

Sobre a situação de conforto, o autarca é categórico e afirma que “de momento, não existe conforto, nem ligações”.

José Freitas de Brito admite que o navio Liberdadi trouxe conforto nas suas viagens por ser um barco novo, para além de introduzir duas viagens semanais com a ilha de São Vicente.

O Ribeira de Paúl, também inoperacional há cerca de dois meses, deixou de ligar a ilha do Sal – devendo retomar as ligações esta semana. 

Sobre o abastecimento da ilha, o edil congratula a existência do pequeno Marliso que não abandonou a ilha. “Esta é uma embarcação de cargas e, como tal, não transporta passageiros, apenas mercadorias, e ainda bem que existe este pequeno barco, caso contrário, o mercado de São Nicolau estaria numa situação de ruptura no momento”, comentou ao Notícias do Norte.

 

 

Redação

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)