Nelson Brito denuncia “total falta de respeito” do governo para com São Nicolau

Escrito por Editor JSN . Publicado em São Nicolau

Na origem da crítica do parlamentar está a situação dos transportes marítimos de e para São Nicolau, deixando a ilha praticamente descoberta há várias semanas. Nelson Brito diz mesmo que deu-se um “golpe” na confiança daqueles que pretendem investir em São Nicolau

 

O deputado da Nação, Nelson Brito, voltou a denunciar esta segunda-feira, 20 de abril, no parlamento cabo-verdiano, o que considera ser “total falta de respeito” do governo para com a ilha de São Nicolau. Brito referia-se ao já conhecido problema dos transportes e acusou o executivo liderado por José Maria Neves de “grave incompetência” na gestão do país em matéria dos transportes marítimos.

Falando no período antes da ordem do dia, Nelson Brito aludiu que o governo “permitiu” o “completo isolamento” de São Nicolau por altura de páscoa.

O parlamentar denunciou o que considera ser tratamento desigual entre as ilhas, e referiu em concreto, à transferência do catamaran Liberdadi para a região sul do país, em substituição do Kriola, entretanto impedido de navegar pelas autoridades marítimas nacionais. “Foi só o navio Kriola ser proibido de navegar por questões de segurança, que retirou-se de imediato o Liberdadi do norte do país (…), sem se importar minimamente sobre os efeitos que esta decisão teria, principalmente, na ilha de São Nicolau, que como já se disse, ficou sem qualquer ligação marítima com o país”, pontuou Brito, para quem a própria economia da ilha ficou “altamente prejudicada” com a falta de transportes.

“É mais um golpe na já fraca confiança de qualquer investidor em investir na ilha de São Nicolau. Isto acaba com qualquer tentativa de desenvolvimento e crescimento”, acrescentou de seguida.

Nelson Brito deixou explícito não ser contra o Liberdadi servir a região sul do país mas é seu entendimento que não se pode deixar nenhuma ilha “completamente isolada”. Aludiu mesmo ser necessário haver “espírito de entreajuda” e de “solidariedade”.

O deputado congratulou-se com a “viagem extraordinária” que o navio Sotavento realizou semana passada entre São Vicente e São Nicolau, e não deixou de criticar, mais uma vez, a ausência de órgãos públicos de informação na ilha.

“Pagamos impostos como todos, mas não temos direito à comunicação social pública”, disse em tom de lamento.

 

 

 

Anísia Campinha

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)