SÃO NICOLAU: Líder da oposição preocupado com agravamento dos problemas, defende “políticas diferentes” para a ilha

Escrito por Editor JSN . Publicado em São Nicolau

Ulisses Correia e Silva diz que São Nicolau tem condições para ser uma ilha atrativa, que consiga fazer turismo e aproveitar melhor o seus recursos naturais e os recursos na área da cultura. Advoga, no entanto, que esta ilha precisa de “soluções estruturais”

 


O governo do MpD vai defender uma “maior proximidade” entre as ilhas, no quadro da regionalização e por esta via dar “mais competência” às áreas de produção económica, atração de investimentos e organização para que os principais setores da economia de São Nicolau e nacional possam se desenvolver. Este é o compromisso de Ulisses Correia e Silva que defende um sistema de transportes “mais eficaz” de forma a aproximar São Nicolau do mundo e dos outros mercados cabo-verdianos.


O presidente do MpD teceu estas considerações este sábado, em declarações à imprensa local em São Nicolau, momentos antes de iniciar uma assembleia política com os militantes da Ribeira Brava.


“Reforçar a descentralização e é nesse sentido que estamos a defender a regionalização, na ideia de trazer para cada ilha um sistema de governo de maior proximidade” sustentou Correia e Silva quando perguntado das propostas de melhoria que o seu partido defende para a ilha, em concreto.


No caso de São Nicolau, Ulisses Correia e Silva lembra que para se chegar a esta ilha “leva-se muito tempo” situação que emperra o desenvolvimento local. “É preciso termos um sistema de escoamento da produção local para as outras ilhas”, defendeu, afirmando que são necessárias “políticas diferentes” para alavancar São Nicolau. “As nossas opções são centradas no emprego, no rendimento e na segurança das pessoas para termos um Cabo Verde mais desenvolvido”, asseverou de seguida.


No meeting com a imprensa, Ulisses Correia e Silva diz que é com preocupação que o MpD analisa o atual contexto de São Nicolau, isto num ano agravado com a falta de chuva, em que os problemas “pioraram”.


“O ano agrícola é mau, há problemas de produção agrícola, de manutenção do gado”, lamentou, reconhecendo que os problemas “pioraram”, que a situação “está pior” daí ser urgente “soluções para esta ilha”. “Para além de soluções estruturais, São Nicolau tem condições para ser uma ilha atrativa, que consiga fazer turismo, aproveitar melhor o seus recursos naturais, os recursos que tem na área da cultura”, advogou.


Com o ano agrícola praticamente comprometido e sem produção para os gados, o presidente do MpD defendeu que o programa de emergência do governo central “tem de ser dirigido à criação de emprego e de rendimento” de forma a “compensar” aqueles que sofrem os efeitos nefastos da ausência de chuva.

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)