TARRAFAL: Embaixador do Senegal encontra-se com comunidade

. Publicado em São Nicolau

Foi a primeira vez que um embaixador daquele país visitou a comunidade, um facto muito valorizado pelos senegaleses residentes em São Nicolau. A comunidade está confiante que os esforços do diplomata consigam resolver o principal problema que a aflige: a concessão de vistos


 

O Embaixador do Senegal em Cabo Verde, Mamadou Makhtar Gueye (na foto, ao centro), encontrou-se ao final da tarde de hoje com a comunidade do seu país residente no em São Nicolau. Amplamente participado, marcaram presença no encontro 25 dos 27 senegaleses residentes na ilha, participando numa conversa franca e aberta com o diplomata.

Na mesa do encontro, que decorreu no Centro Cultural Paulino Vieira, para além do embaixador, marcaram presença o comerciante senegalês Ibrahima Seck e Alírio Cabral Gomes, em representação do Presidente da Câmara Municipal do Tarrafal.

Mamadou Gueye definiu como uma das prioridades do seu mandato como representante do Senegal em Cabo Verde, visitar todas as ilhas onde vivem comunidades senegalesas, e São Nicolau foi a última do seu périplo de diálogo aberto com os compatriotas.

Autorização de residência é problema maior

“Vim a São Nicolau para conhecer a comunidade, dialogar com ela e trocar ideias para ver como podemos melhorar a sua integração na ilha, em termos de autorização de residência, de trabalho e de entrada e saída de Cabo Verde”, disse o diplomata ao JSN.

Mamadou Gueye garantiu tudo fazer para que se registem melhorias na vida da comunidade, adiantando já ter falado diversas vezes com as autoridades caboverdianas “a alto nível, para trocar ideias e ver como facilitar as formalidades de concessão de vistos de residência aos senegaleses”.

O embaixador reconhece que a recente visita de Estado do Presidente do Senegal, Macky Sall, a Cabo Verde veio abrir novas possibilidades, acrescido das boas relações pessoais que mantém com o Chefe de Estado caboverdiano, Jorge Carlos Fonseca. “As relações entre os dois presidentes são muito boas, mas as relações entre os nossos países e povos também o são. O Senegal e Cabo Verde são países irmãos, países ligados pela História, pela Geografia e pela Cultura”, sublinhou Mamadou Makhtar Gueye.

Comunidade confiante

Ibrahima Seck valorizou muito a atitude do embaixador em visitar todas as comunidades senegalesas residentes no arquipélago, um universo de 3200 cidadãos daquele país. “É a primeira vez que um embaixador do Senegal vem a São Nicolau”, disse Seck manifestando a alegria de os seus compatriotas poderem, olhos nos olhos, dialogar com o diplomata. O comerciante está confiante que a facilitação do processo de concessão de vistos poderá ser uma realidade a breve trecho, pois é este o principal problema sentido pela comunidade.

No decurso da reunião foi abordada a possibilidade de constituição de uma associação de senegaleses para facilitar os contactos da embaixada com a comunidade e desta com as autoridades, uma ideia que já estava nos horizontes dos senegaleses residentes no Tarrafal e que, agora, vai ter pernas para andar.

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)