COMPEDRADA: Autores da vandalização de placa foram identificados

. Publicado em São Nicolau

Dois rapazes do Tarrafal e uma rapariga italiana são os autores confessos de um ato de vandalismo que indignou a população. Agora, vão ter de arcar com as despesas de reparação, mas não lhes ficaria mal apresentarem desculpas públicas


 

Os autores do ato de vandalismo perpetrado na madrugada desta terça-feira, que danificou uma placa de identificação em Compedra já foram identificados. Trata-se de dois cidadãos caboverdianos (residentes no Tarrafal), Delvi Djon Monteiro, 21 anos, e Aderani de Brito Santiago, 29 anos, e de uma cidadã italiana, Silvia Ericciardi, 20 anos, que se encontra de férias em São Nicolau (na foto, com Aderani).

Segundo uma nota do gabinete do edil local, “colaboradores da Câmara Municipal identificaram os alegados autores e a Polícia Nacional tratou do resto, detendo os três indivíduos que acabaram por confessar o crime na Esquadra do Tarrafal”. A identificação dos confessos autores do ato de vandalismo ocorreu por volta das 15 horas.

Os detidos, nomeadamente a cidadão italiana, alegaram ser comum na Europa a pichagem de placas de identificação, mas esquecendo que tais atos são legalmente punidos. Ademais, no caso em apreço, o caráter do ato é de mero vandalismo já que não se pretende passar qualquer mensagem na inscrição, simplesmente danificar um bem público.

Naturalmente que, agora, os autores deste ato de vandalismo vão ter de arcar com as despesas de recuperação da placa, não lhes ficando também mal assumirem publicamente o seu erro e comprometerem-se a não mais danificar o que não lhes pertence.

 

Notícia relacionada

Vândalos danificam placa de identificação

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)