RIBEIRA BRAVA: Câmara não tem verba para abrir Residência Estudantil

. Publicado em São Nicolau

A infraestrutura está pronta desde 2012, mas a autarquia não conseguiu ainda garantir financiamento para o seu funcionamento. Pelo meio, a FICASE deu o dito por não dito. O edil local manifesta a sua impotência mas garante que tudo está a ser feito para que abra portas brevemente

Pronta desde 2012, a Residência Estudantil da Ribeira Brava encontra-se, ainda, de portas fechadas para grande frustração do edil local, que até agora se tem manifestado impotente para resolver o problema. No entanto, Américo Nascimento (Meca) garante que está a fazer tudo para inverter a situação.

Em declarações à Inforpress, Nascimento aponta responsabilidades à Fundação Cabo-verdiana de Acção Social Escolar (FICASE) que, tendo-se comprometido a garantir as despesas de funcionamento, deu o dito por não dito. Uma situação que poderá ser revertida brevemente, apesar dos “constrangimentos financeiros”, abrindo portas sob a gestão do Ministério da Educação e Desporto.

Segundo o edil, “tem havido diálogo entre as partes, mas o que podemos garantir é que não vai ficar sem utilização, o que seria um grande desperdício, por isso, temos que dá-lhe a sua verdadeira utilização, mesmo que não seja diretamente, mas que tenha a ver com a educação e com a juventude”, sublinhou.

A residência está já munida dos equipamentos necessários, faltando apenas garantir o financiamento, uma estrutura de gestão e um orçamento anual que a autarquia “não tem a capacidade de suportar”, pelo que Meca deposita esperança que as negociações com a FICASE sejam, finalmente, levadas a bom porto.

A Residência Estudantil da Ribeira Brava foi edificada pela autarquia local (que despendeu de 2.500 contos), a que se juntaram o município português de Ovar, avançando com uma verba de mil contos, e o governo do Japão, que disponibilizou a maioria do “bolo”: 16 mil contos.

Destinada a estudantes do município que vivem longo da escola secundária Baltazar Lopes da Silva, a residência tem dois pisos com capacidade para albergar 40 alunos, dez quartos, sala de estudos, cozinha, refeitório, instalações sanitárias e uma lavandaria.

com Inforpress

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)