TARRAFAL: “A Cultura como vetor para o desenvolvimento sustentável” é pretexto para ação de formação

. Publicado em São Nicolau

A iniciativa, com a duração de três dias, inicia-se amanhã tendo por palco o Centro Cultural Paulino Vieira. Sexta-feira é tempo para uma conferência sobre a independência nacional e uma Noite Cabo-verdiana com teatro, dança, música ao vivo, gastronomia e a projeção de um vídeo sobre o 5 de Julho, a ter lugar no Cimentinho


 

“A Cultura como vetor para o desenvolvimento sustentável da ilha de São Nicolau” é o lema de uma ação de formação a ter lugar durante três dias no Centro Cultural Paulino Vieira, Tarrafal, decorrente da implementação do SODADE, um projeto financiado pela União Europeia, que pretende agora mobilizar parceiros e estabelecer um plano de ação para o desenvolvimento da ilha na sua vertente cultural.

A ação de formação, que se realiza de 1 a 3 de julho, foi antecedida de uma mesa redonda, coordenada pelo ex-primeiro-ministro Gualberto do Rosário, que teve por palco a Biblioteca Municipal da Ribeira Grande, no último sábado, e onde participaram agentes culturais, responsáveis autárquicos, operadores da área do turismo e representantes de várias instituições, sendo socializadas experiências de Itália e de outras ilhas do arquipélago.

Esta segunda-feira de manhã foi tempo para a realização de uma conferência no Cineteatro São José (também na Ribeira Brava), tendo como oradores os professores universitários João Lopes Filho, que dissertou sobre "Património e Desenvolvimento”; Baltazar Neves, sobre “Cultura e desenvolvimento”; Cláudia Beato, sobre “Património Turismo e Desenvolvimento”, e apresentada uma comunicação sobre turismo por Gualberto do Rosário.

Ao início da tarde foram empossados os membros do Comité SODADE e, após o almoço realizado o primeiro encontro desta estrutura.

Um módulo de formação sobre o “Património do futuro museu da ilha” abre o início do dia de amanhã, tendo como formadores os professores Dal Pozzolo, João Lopes Filho, Baltazar Neves e Cláudia Beato, e registando duas comunicações de Eunice Silva, que presidiu ao projeto “7 Maravilhas de Cabo Verde, e de José Cabral, investigador e técnico superior da Câmara Municipal do Tarrafal.

“Modelos dos Museus” é o mote do segundo dia de formação (quarta-feira), sob a responsabilidade de Dal Pozzolo, João Lopes Filho e de Leão Lopes, ex-ministro da Cultura e professor universitário.

A ação de formação encerra na quinta-feira sob o tema "Cultura, Museu e Turismo", com os formadores Dal Pozzolo, João Lopes Filho, Baltazar Neves e Cláudia Beato.

Cidade fervilha de atividades culturais

Nos três dias do evento estão ainda previstas visitas a alguns monumentos e sítios de valor histórico e áreas de grande beleza natural e de valor científico.

Para sexta-feira, 4, está prevista uma conferência sobre o 5 de Julho. Data em que se celebra a independência nacional de Cabo Verde e, ao início da noite, uma Noite Cabo-verdiana a ter lugar no renovado largo do Cimentinho, com teatro, dança, música ao vivo e gastronomia, sendo também projetado um vídeo sobre a proclamação da Independência.

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)