CIDADE VELHA: Citi-Habitat e autarquia apresentam projeto EUROPEIAD

Escrito por Antonio . Publicado em Regiões

O projeto, orçado em perto de 31.500 contos, é financiado pela União Europeia e visa promover a Cidade Velha enquanto polo de atração cultural e turística, bem como estimular a criação de renda por parte das famílias e das comunidades, dirigindo-se aos jovens, mulheres chefes de família, associações comunitárias e micro e pequenos empreendedores locais


 

A ONG Citi-Habitat e a Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago apresentam na próxima segunda-feira, 17, o EUROPEIAD, um projeto financiado pela União Europeia (UE) no valor de cerca de 31.500 contos.

Tendo a duração de 36 meses, o projeto, segundo a autarquia, visa promover a Cidade Velha enquanto polo de atração cultural e turística, bem como estimular a criação de renda por parte das famílias e das comunidades do concelho da Ribeira Grande, dirigindo-se em particular aos jovens, mulheres chefes de família, associações comunitárias e micro e pequenos empreendedores locais.

Em concreto, o EUROPEIAD pretende valorar o património material e imaterial da Cidade Velha no setor do turismo, criar um centro cultural multifuncional para promover os atributos patrimoniais, bem assim realizar um fundo de apoio à criação de empreendimentos de promoção dos saberes das comunidades e a afirmação do Berço da Nação cabo-verdiana enquanto polo de investigação histórico-cultural.

No ato público, que acontece às 15 horas no novo auditório da Câmara Municipal, estarão presentes, para além do Edil, Manuel de Pina, e de representantes da Citi-Habitat, o ministro da Cultura, Mário Lúcio Sousa, e o representante da UE em Cabo Verde, José Manuel Pinto Teixeira.

 

SAL: Carnaval faz-se à rua em Santa Maria

Escrito por Antonio . Publicado em Regiões

Batucadas e danças dos mandingas enchem hoje as ruas da cidade da alegria dos festejos, antecipando um evento que se prolonga até quarta-feira de cinzas e é já uma referência do cartaz turístico-cultural da ilha das salinas


“O Assalto do Carnaval”, entre a batucada e a excitação coreográfica de mandingas, faz-se hoje à rua em Santa Maria, antecedendo os festejos carnavalescos e imprimindo uma peculiar alegria cromática à ilha do Sal, espaço de cruzamento de culturas, de vivências deste mundo de “crioulidades”. Uma efusiva alegria que se prolonga até quarta-feira de cinzas para contento de foliões.

Pela primeira vez sem concurso, ainda assim os grupos oficiais não esmoreceram na preparação dos festejos, fazendo-se desfilar nas ruas. Gaviões de Hortelã, Horte-Morro, Maravilhas do Sul e Patchê Parlôa – que se juntam aos trios eléctrios Babel Folia e Maravilha – discordaram do valor dos prémios atribuídos para os três primeiros, que consideram não dignificar o seu empenho. Assim, desistiram da competição, não abdicando porém de se entregar por inteiro aos calores da festa que se fará às ruas de Espargos e Santa Maria.

Mesmo assim, atendendo aos rigores da crise, a Câmara Municipal mobilizou 2500 contos para apoiar as festividades e o Ministério da Cultura fez chegar 25 mil escudos a cada um dos grupos para ajudar à montagem de andores.

com A Semana

 

SANTO ANTÃO: Jovens dizem “Basta!” a promessas não cumpridas

Escrito por Antonio . Publicado em Regiões

 

Constituídos em movimento, os jovens santantonenses apelam a uma manifestação de rua, a ter lugar no próximo sábado na Ribeira Grande. O movimento quer oportunidades e alternativas para a juventude e políticas progressistas


Jovens de Santo Antão, organizados em torno do “Movimento Basta” fizeram um apelo para a participação numa manifestação de protesto a ter lugar no próximo sábado, 8, na Ribeira Grande. Um chamamento feito através das redes sociais e que visa protestar contra as “promessas não cumpridas, falta de oportunidades, alternativas para a juventude, visão e ideias progressistas”.

Num flyer posto a circular nas redes sociais e distribuído mão a mão em Santo Antão, o “Movimento Basta” sustenta que "durante muito tempo o povo tem estado conformado com uma realidade que apenas o destrói fisicamente e mentalmente”, considerando ainda que “a verdadeira força e essência do povo está na nossa união". Razão para a convocação da manifestação a ter lugar a partir das 10 horas, com saída do Polivalente David Fortes.

 

SÃO VICENTE: Deputados do MpD tomam pulso à atividade marítima

Escrito por Antonio . Publicado em Regiões

 

 

Os parlamentares lamentam a ausência de uma política nacional de pescas e denunciam as promessas não cumpridas do Governo, que desde 2002 mantém os mindelenses à espera de um desenvolvimento económico que tarda, apesar de na altura José Maria Neves ter garantido investimentos na ordem de 47,7 milhões de contos


Os deputados do Movimento para a Democracia (MpD) eleitos por São Vicente estão na ilha desde 31 de janeiro, tendo por objeto tomar o pulso à atividade marítima, polo central da economia local. Uma visita de trabalho que se prolonga até 11 de fevereiro.

Uma atividade económica que se encontra em profunda crise, desde logo pelo deficiente sistema de registo dos navios, as dificuldades de acesso ao crédito, a falta de competitividade dos estaleiros da CEBENAVE, a insuficiente capacidade de armazenamento em frio, bem assim – segundo referem os parlamentares – a “ausência de uma política nacional de pesca em Cabo Verde e de um plano estratégico de desenvolvimento do setor e desadequação da frota artesanal e industrial”.

Promessas não cumpridas

Pesem embora as promessas do Governo, que remontam a 2002, concernentes a investimentos públicos então orçados em 47,7 milhões de contos, nomeadamente os acessos ao Porto Grande, armazéns frigoríficos, terminal de cruzeiros, requalificação da zona portuária, centro tecnológico do Mindelo, terminal de transbordo e modernização dos estaleiros da CABENAVE, entre outros, até hoje nenhum desses projetos se concretizou e os mindelenses continuam à espera.

 

BOA VISTA: Hotel de grupo inglês construído com mão-de-obra senegalesa

Escrito por Antonio . Publicado em Regiões

 

É um jornal alemão que avança com a notícia, questionando se é desta forma que se faz frente à pobreza na ilha das dunas, e alertando para o risco de o crescimento turístico estar a ameaçar o sossego das praias paradisíacas


O jornal alemão Süddeutsche Zeitung publica, esta sexta-feira, uma reportagem sobre a ilha da Boa Vista, citada pelo portal de informação DW. Segundo o periódico, um grupo inglês que tem em projeto a construção de um grande hotel em Sal Rei, pretende utilizar quase exclusivamente mão-de-obra senegalesa, pelo que o jornalista questiona se os novos investimentos estrangeiros irão ajudar a superar a pobreza na ilha das dunas.

Na mesma peça, o Süddeutsche Zeitung, diz que o sossego das praias paradisíacas da ilha está ameaçado pelo crescimento do turismo, aludindo ao aumento da procura entre 2000 e 2012, na ordem dos 17 pontos percentuais.

De qualquer modo, na referida peça, o jornalista convida a uma visita à Boa Vista, descrevendo a Praia de Santa Mónica (na foto) como “15km de areia branca e água cristalina” e sugere, particularmente, uma deslocação à Povoação Velha, para reviver a arquitetura e o urbanismo que “lembram o período colonial português”, numa viagem pela história da ilha.

 

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)