Líder do PAICV queria saída de ministros

. Publicado em Política e Cidadania

Pelo menos três nomes deviam ser dispensados do Governo da república. Esta é a opção da líder do principal partido da oposição em reação à reformulação do Executivo de UCS

 


A presidente do PAICV comentou na quarta-feira a decisão do Primeiro-Ministro em reformular o seu Governo, e criticou o que considera ser “falta de coragem” de Ulisses Correia e Silva que no seu entender devia dispensar alguns ministros empossados a 22 de abril de 2016.


Janira Hopffer Almada queria mesmo a saída, por exemplo, do ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Filipe Tavares, e das titulares da Educação, Família e Inclusão Social, Maritza Rosabal, e das Infraestruturas, Ordenamento do Território e Habitação, Eunice Silva.


Segundo observou faltou “coragem” ao PM para “mexer” nos ministros que tantas dores de cabeça lhe têm causado na governação do País.


No dizer da líder do principal partido da oposição, UCS demonstrou “falta de coragem” ao manter estes ministros em funções.


Quanto à criação da figura de vice-primeiro-ministro, a também líder parlamentar do PAICV admitiu ser uma “opção” de UCS que a seu ver pode ser um “risco” haverá “concentração” da aérea económica e fiscal numa única pessoa.

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)