FREI CLAUDINO VIEIRA: conto com todos para que a Igreja avance cada vez mais

Escrito por Editor JSN . Publicado em Grande Entrevista

A comunidade cristã da Ribeira Brava celebra este domingo a sua padroeira, Nossa Senhora do Rosário. Há uma grande expetativa em torno da festa, pois o Bispo de Mindelo está na paróquia, facto que regozija o pároco que disse ao JSN que a presença de Dom Ildo é sempre uma “confirmação na fé”

 



O Frei Claudino Vieira que é pároco de Nossa Senhora do Rosário, confirmou esta madrugada ao JSN, que oito padres irão concelebrar ao lado de Dom Ildo, na solenidade da padroeira local, na antiga Sé Catedral da Vila, na primeira vez que a celebração da festa paroquial se regista “tanta participação” em termos de sacerdotes.


Outra presença digna de realce é a do padre Zé Álvaro que presidiu este sábado, 11, à celebração de vésperas e procissão de velas, ele que atua este domingo no polivalente do Seminário na Ribeira Brava.
O pároco diz contar com uma “grande participação” dos fiéis e devotos de Nossa Senhora do Rosário.

 

Como é que o frei Claudino avalia, até este momento, o programa de Nossa Senhora do Rosário?
Frei Claudino - O Programa está a decorrer com a maior serenidade, como habitual. As pessoas que preparam a festa já estão habituadas, temos várias equipas no terreno e cada uma toma conta da parte que lhe toca. Obviamente, há sempre uma ou outra coisinha que poderia ser feita, com mais antecedência de modo a evitar a sobrecarga de trabalho mas de uma maneira geral direi que a comunidade toda está envolvida na preparação da festa da padroeira e temos tudo para que corra tudo bem.
Esperemos que a programação seja do agrado de todos e que todos tomem parte nas atividades pois todos os preparativos foram feitos e pensando no bem-estar e na boa vivência da nossa fé, e daqueles que tomarão parte.

JSN - Que expetativa para este domingo, sendo que o Bispo está na paróquia e preside a festa este ano?
Frei Claudino - É a primeira vez que a festa de Nossa Senhora do Rosário conta com tanta participação: para além dos cinco padres que atualmente estão a trabalhar em São Nicolau, vão ainda participar mais dois convidados, confrades nossos, Capuchinhos: o padre Ottavio Fasano e o padre Egidio Picucci, vindos da Itália. Vai estar também um outro convidado especial, o padre Zé Álvaro, conhecido por todos, ele que na parte da tarde fará a sua atuação pela primeira vez em São Nicolau e também é a primeira vez que o Bispo de Mindelo preside à Festa de Nossa Senhora do Rosário na antiga Sé Catedral de Nossa Senhora do Rosário.
Onde está o Bispo ele tem sempre prioridade, e estando na sua Diocese ainda mais.
O Bispo veio no âmbito da abertura do novo ano pastoral 2014/15 mas a presença dele aqui é sempre uma confirmação na fé. É claro que estando presente o Bispo, os cuidados para que tudo corra da melhor maneira são redobrados.
Estamos a contar com uma grande participação dos fiéis e devotos de Nossa Senhora do Rosário que todos os anos vêm ao pé de Maria para venerá-la.

JSN - Como avalia a presença do Pe. Zé Álvaro que presidiu este sábado a celebração de véspera, e que animou duas palestras na quarta e quinta-feira?
Frei Claudino - A presença do padre Zé Álvaro aqui entre nós é também uma bênção. Ele tem uma grande facilidade de comunicar, argumentos profundos com linguagem simples que todos entendem.
Eu esperava mais participação nas palestras, mas mesmo assim direi que houve uma boa participação. O padre Zé focalizou no seu discurso vários aspetos importantes da fé.
É um conhecedor da realidade cabo-verdiana, conseguiu com facilidade levar a sua mensagem. Ele vai atuar hoje à tarde no Seminário, certamente vai ser mais uma grande oportunidade de trazer ainda mais mensagens boas através do canto.


JSN - Que mensagem enquanto pároco deixa aos fies e devotos de Nossa Senhora do Rosário?
Frei Claudino - A mensagem central que deixo aos paroquianos é: segui o exemplo de Maria. Que a nossa conversa seja sim, sim e não, não.
Maria disse “sim” e viveu o projeto de Deus. Procuremos ser obedientes à vontade de Deus e mantenhamos firmes na fé.
Perguntaria aos paroquianos: fizemos alguma coisa ao longo do ano pastoral transato? Então, estamos num bom caminho. Cada paroquiano deve assumir um compromisso sério com a paróquia, compromisso esse assumido no dia do nosso batismo. Chegou a hora de os leigos.
A família, igreja doméstica, tem o lugar peculiar na Igreja de Deus. Família torna-te aquilo que és. Família assume o teu compromisso. Se todas as famílias assumem o seu papel a nossa Igreja, só sairia a ganhar.
Para terminar, desejo a todos, boas festas e bom início do ano pastoral. Estou a contar com cada um de vós, para que a nossa Igreja avance cada vez mais.

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)